ARQUITETURA PARA QUALQUER BOLSO – PAULA POLESE – Click Profissional – Portal de profissionais Passo Fundo – RS – O melhor e maior site de prestadores de serviços em Passo Fundo e região. - Passo Fundo-RS

Blog

ARQUITETURA PARA QUALQUER BOLSO – PAULA POLESE

29 de janeiro de 2018

Já pensou em contratar um arquiteto? “Ah, mas vai custar uma fortuna!”.

A idéia geral da população normalmente é que quem contrata um Arquiteto são apenas pessoas ricas, com muito dinheiro pra gastar, mas não é bem assim. Tudo vai depender do profissional escolhido e do projeto a ser pensado.

Mesmo quem constrói um Projeto MINHA CASA MINHA VIDA pode contar com o profissional de Arquitetura e deixar sua casa elegante e funcional, melhorando o recurso aplicado, de forma muito satisfatória, sem gastos desnecessários.Nós trabalhamos com todas as partes que compõem a profissão, desde o desenvolvimento de um mobiliário até um grande edifício.

Quando se tem uma obra pequena, pensa-se que ficará tudo bem sem o profissional responsável, pois obras pequenas, problemas pequenos, certo? Na teoria sim, mas na prática pode levar a algumas surpresas desagradáveis.

O Conselho de Arquitetura já regulamentou que, mesmo em obras de reforma, é necessário que o responsável técnico esteja presente, pois algo pode dar muito errado. Se esse errado for uma parede que dá pra desmanchar e refazer, tudo bem, vai ser só o problema de um gasto e tempo a mais. Não é confortável, mas ainda assim, não é muita coisa. Avaliando coisas mais graves, como por exemplo, se o problema for um risco de desabamento de uma estrutura de telhado e isso não for avaliado por um profissional da área, este poderá ser um problema que causará danos físicos, com riscos sérios para as pessoas que estarão no espaço após a conclusão do projeto, além do dinheiro e do tempo perdido. Então, não compensa. Não existe tamanho de obra, o profissional tem que estar presente para evitar problemas grandes e pequenos.

Aí nesse momento há quem diga “ah, mas contratar um Arquiteto é muito caro… o seu João lá da obra faz e não cobra por isso”. Os honorários podem ter um valor fixo por serviço, que é conversado e tratado com cada cliente. Não é algo que se possa dizer “custa tanto”, pois é uma prestação de serviço muito ampla. Cada caso é um caso e tem suas especificações. Também pode ser variável se o cliente preferir contratar por etapas. Exemplo: Contratar o Projeto Arquitetônico e quando este for finalizado, contratar o design de mobiliário. Mas, mesmo assim, não haverá cobranças a mais do que foi combinado. O preço deve ser limpo, deve ser exato, pois assim o cliente saberá o quanto vai gastar com os serviços do profissional, antes mesmo de começar. Conosco funciona desta forma.

A ArquiHouse trabalha com orçamentos gratuitos, onde vamos até o cliente na maioria das vezes, pois preferimos já visualizar o local da obra. Acredito que o bom profissional é aquele que antes de passar valores, procura entrar em sintonia com o cliente e conquistar a sua confiança para depois avaliar um preço justo, procurando sempre desenvolver as melhores soluções para cada caso.

Paula Polese.

 

Profissional da Semana